‘Vá pra Cuba, companheiro!’ [Vídeo]

Publicidad

Enio agradeceu a campanha de solidariedade ‘Vá pra Cuba, companheiro!’, que faz vaquinha para envia-lo à ilha. No último balanço, feito na sexta-feira (17), foram contabilizados R$ 38.111,98.

 Acometido de grave distrofia muscular, o blogueiro e histórico militante precisa de aproximadamente R$ 50 mil para realizar tratamento no Centro Internacional de Restauração Neurológica (Ciren), em Havana.

Apesar de incurável, o tratamento pode impedir o avanço das doença e combater seus sintomas, garantindo qualidade de vida ao cadeirante.

Na gravação, Enio falou sobre a ansiedade pela incursão em terras cubanas. «Stress é coisa de rico, o que eu tenho é agonia», brinca. «Estou ansioso por essa possibilidade. Tenho convicção de que vai melhorar alguma coisa em minha vida. Agradecerei todos os dias, até o fim da minha vida, a vocês. Falta pouco, me ajudem».

A campanha de solidariedade a Enio foi lançada em janeiro deste ano, com a missão de financiar, de forma coletiva, a jornada do blogueiro. O Barão de Itararé, idealizador da empreitada, divulga semanalmente o balanço da arrecadação, ancorado no princípio da transparência e do colaborativismo.

Como ajudar

O tratamento oferecido em Cuba é feito em duas etapas, que ao todo somam 35 dias. Durante todo o tratamento é necessário que ele tenha um acompanhante. O custo total para a viagem do blogueiro e mais uma pessoa ficará em torno de U$ 18.000,00. O montante inclui passagem aérea de ida e de volta, hospedagem para as duas pessoas e as duas fases do tratamento.

Convidamos todos os blogueiros, ativistas digitais e simpatizantes de Enio a escreverem depoimentos em prol da campanha e compartilharem a causa em suas redes.

As doações podem ser feitas em qualquer quantia através deste link  ou da conta abaixo:

Depósito direto em conta poupança:

Ênio Barroso Filho

104 – Caixa Econômica Federal

CPF 000.831.558-21

Agência 0244 – Casa Verde

Conta Poupança: 013.19636-2

 

Nosso amigo e blogueiro Enio Barroso precisa tratar de uma distrofia muscular em estágio avançado. Em Cuba há um tratamento que controla o avanço da doença e ameniza os sintomas já existentes. O tratamento é feito em duas etapas, que ao todo somam 35 dias. Durante todo o tratamento é necessário que ele tenha um acompanhante.

 

Vídedo:Enio Barroso agradece campanha ‘Vá pra Cuba, companheiro!’

Barão de Itararé

También podría gustarte

Los comentarios están cerrados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More