TV Globo-jornal nacional: Como poupar o banqueiro Daniel Dantas.

Publicidad

O rato comeu.Cadê o rato? – O gato comeu. – Cadê o gato? – Foi pro mato. – Cadê o mato? O fogo queimou. – Cadê o fogo? – A água apagou. …

O Ministério Público Federal apresentou à Justiça as suas conclusões sobre o inquérito da Polícia Federal que apurou o suposto vazamento de informações na Operação Satiagraha. A Procuradoria acolheu duas acusações contra o delegado Protógenes Queiroz.

Para o Ministério Público, ele violou o sigilo funcional ao supostamente passar informações sobre a operação para a TV Globo e cometeu uma fraude processual ao alterar um vídeo produzido durante a investigação.

Para os procuradores, os jornalistas da TV Globo não teriam cometido crime e exerceram de forma correta o seu trabalho. Caberá agora ao juiz da 7ª Vara Federal de São Paulo decidir se aceita a denúncia e transforma o delegado Protógenes Queiroz em réu no processo.

Quanto à participação da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) na Operação Satiagraha, o Ministério Público Federal considera que não houve crime, nem nulidade na produção de provas.

Já o empréstimo de agentes da Abin sem formalização do comando da agência, concluem os procuradores, pode ser investigado por improbidade administrativa. Por isso, o Ministério Público pede a remessa do inquérito para a Procuradoria da República no Distrito Federal, sede da Abin.

Desde o início da cobertura desse caso, quando deu, em primeira mão, a deflagração da operação policial, a TV Globo tem sido citada em diversas ocasiões, tanto por policiais quanto por acusados, em inquéritos, em CPIs, em entrevistas.

O mesmo se repete na denúncia dos procuradores Fábio Elizeu Gaspar, Roberto Antônio Dassié Diana, Ana Carolina Previtalli e Cristiane Bacha Canzian Casagrande.

Em respeito ao sigilo da fonte, que é um princípio assegurado pela Constituição, a TV Globo sempre se viu impedida de comentar a maior parte das afirmações que têm sido feitas. A situação é a mesma nesta sexta-feira.

Como nós dissemos desde o primeiro dia, a credibilidade do jornalismo da Globo faz com que ela tenha fontes na sociedade civil em geral e em todas as esferas do setor público. Não foi diferente na cobertura da Operação Satiagraha.

También podría gustarte

Los comentarios están cerrados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More