Trabalhadores ocupam fábricas da Repsol

Ao fim de seis dias de greve trabalhadores petrolíferos ocupam desde quarta-feira, dia 12 de Agosto, as oficinas da Repsol, na localidade de Las Heras, em Santa Cruz, a cerca de 2.600 quilómetros da capital da Argentina, Buenos Aires, paralisando a actividade de cinco empresas daquela província argentina.

O Sindicato do Petróleo e Gás Privado de Santa Cruz ratificou a continuidade dos protestos até se conseguir um aumento salarial de 25 por cento, enquanto as empresas estão a ameaçar despedir pessoal, devido a uma conciliação obrigatória emitida terça-feira pelo Ministério argentino do Trabalho.

O conflito, que envolve seis mil trabalhadores, provocou perdas de direitos de exploração das petrolíferas que se cifram em 530 mil dólares (371 mil euros) por dia.

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS