São Paulo. MTST comemora: Temer não vai cortar Minha Casa!

Publicidad

Movimento ocupou a Presidência em SP!

Vitória dos movimentos sociais! Temer revoga cortes no Minha Casa Minha Vida

Após onda de manifestações populares contra cortes na habitação, Temer é obrigado a retroceder

Centenas de pessoas comemoram agora na Avenida Paulista a grande vitória do movimento, enquanto os presos após ação arbitrária da PM pela tarde discussão no carro de som.

«Pra aqueles que não acreditavam na gente, aqueles que acreditavam que barrariam a gente com repressão, a nossa melhor resposta é: engulam a nossa vitória! Arrego teve em Brasília, aqui não, aqui é vitória!»

Em portaria a ser divulgada nos próximos dias, o Ministério das Cidades revoga o corte das casas já contratadas pelo programa ‘Minha Casa Minha Vida 3 anunciado no último dia 12, após entrada do governo interino e ilegítimo de Michel Temer.

A medida gerou uma revolta popular comandada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), principalmente em São Paulo, onde eles ocuparam, no dia 22, a entrada da casa de Temer, e hoje (1), o escritório da Presidência da República, na Av. Paulista.

Essa é mais uma derrota do governo golpista, que recuou ao recriar o Ministério da Cultura após a mobilização nacional de ocupação de prédios pertencentes à pasta, e agora recua na área habitacional.


Frente ‘Povo Sem Medo’ ocupa escritório da presidência em São Paulo

Ação faz parte da série de investidas do Movimento contra o golpe no Brasil


Seguindo a onda de ocupações contra o golpe, a frente Povo Sem Medo, composta por centrais sindicais e o MTST (Movimento dos trabalhadores sem teto), ocuparam dia (1), às 14h, o escritório da presidência da república, na Av. Paulista, em São Paulo.
«Não vamos aceitar os cortes das casas já contratadas do programa ‘Minha Casa Minha Vida’ que esse governo ilegítimo está fazendo. Estamos nos mobilizando contra isso. Foi um gesto irresponsável», afirma Guilherme Boulos, presidente do MTST.

Cerca de 300 pessoas participaram da ação, que marca outra ofensiva do grupo contra o governo ilegítimo de Michel Temer. No último dia 22, eles organizaram ato de escracho ao lado da casa do golpista, reunindo 30 mil pessoas na marcha, e ocuparam a entrada da sua mansão. Em ofensiva ilegal, a polícia reprimiu violentamente os manifestantes

«Os fatores preponderantes para a nossa ocupação são os cortes no programa Minha Casa Minha Vida, que vai desfavorecer as famílias mais pobres. Não temos data para sair, só desocupamos quando o governo ilegítimo de Temer revogar os cortes», disse Paulo Sérgio, da ocupação Paulo Freire, do MTST.

 

Fotos: Mídia Ninja

También podría gustarte

Los comentarios están cerrados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More