Pessoal de Vidriera del Atlántico convoca greve na Límia

A CIG denunciou a decisom da empresa de paralisar a produçom de umha das três linhas da fábrica, o que supom 33% da produçom, sem qualquer consulta ao comité nem autorizaçom administrativa para tal. &nbsp A empresa é a maior da comarca da Límia, no sul da Galiza, com 165 pessoas no seu quadro de pessoal.

O despedimento encoberto de dous empregados e a modificaçom unilateral das categorias de alguns colectivos de trabalhadores e trabalhadora som outras manobras precarizadoras da empresa, que também se recusa a acordar um novo plano de segurança laboral.

O conflito na empresa limiá vem de há tempo, de Dezembro de 2008, com episódios como a clausura de linhas de produçom unilaterais, no que o pessoal considerou um fecho patronal ilegal, a repressom disciplinar contra trabalhadores que sofrêrom acidentes laborais e mesmo as condiçons "infralegais" impostas ao pessoal, com categorias profissionais abaixo das verdadeiras funçons desenvolvidas no posto de trabalho.

Mais informaçons sobre o conflito no site da CIG:&nbsp

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS