Meio milhom de galegos deixárom o país na última década

A começos do século XX a emigraçom galega dirigiu-se sobretudo à América (Cuba, Argentina, México e Brasil, essencialmente). A meados do século começou a reorientar-se para a Europa (França, Suíça e Alemanha). Agora, no século XXI, os galegos emigram… para a Espanha: mais de meio milhom de galegos marchárom para ali desde 2000.

Assim o revela um&nbsp artigo&nbsp publicado recentemente em&nbsp Xornal de Galicia&nbsp e que utiliza como fonte o instituto espanhol de emprego (INEM).Contrariamente aos processos migratórios para a América ou Europa, esta terceira grande emigraçom caracteriza-se por exportar para a Espanha mão de obra que na sua maioria é muito qualificada, várias gerações formadas no país e cujo capital humano será explorado fora.

O arquipélago canário é um dos principais destinos espanhóis para os galegos, junto com Madrid ou, ainda no estado espanhol, a Catalunha. No primeiro caso, segundo o artigo de&nbsp Xornal, trata-se de perfis profissionais vinculados à construçom e os serviços, com estadias que costumam ser curtas. No segundo e terceiro casos trataria-se de jovens qualificados que nom encontrárom na Galiza um posto de trabalho acorde com as suas expectativas e formaçom, principalmente por contar o país com umha estrutura produtiva baseada na baixa qualificaçom, baixos salários e actividades de pouco valor agregado.

No estritamente referente aos salários, cumpre lembrar que a Galiza é o segundo lugar do estado espanhol com os custos salariais mais baixos, uns soldos que som de média um 15% inferiores enquanto Madrid ou Catalunha têm salários 20 e 8% superiores à média respectivamente.

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS