Galiza: O estudantado vai defender a língua

… e, malia o tempo terrível que acompanhou em todo o momento a concentraçom, nom se deixárom de corear consignas e denúncias contra a espanholizaçom da universidade.
&nbsp
Centos de brochuras fôrom repartidas em dous pontos próximos à faixa, por pessoas cobertas com caretas dos principais responsáveis do ostracismo do galego na USC, Feijó como presidente do governo autonómico, e o reitor Senén Barro como máximo cargo da instituiçom.
&nbsp
AGIR-Compostela informa de que com este acto dá por começado um curso de intensa actividade lingüística, dada a brutal ofensiva galegofoba em curso e respaldada polo próprio governo do PP.
NOTICIAS ANTICAPITALISTAS