Galiza: entidades populares recuperam a figura do velho carvoeiro que traz presentes às crianças

Os trabalhos de recuperaçom do Apalpador, figura tradicional do Natal galego, estám dando cada ano que se passa mais frutos. O mérito é essencialmente dos diferentes centros sociais do país, que incluírom este personagem em todas as suas actividades para estas festas, mas também aproveitárom as vantagens das redes sociais e outros sítios na internet.

O ano passado a Gentalha do Pichel eregeu-se como a pioneira em intentar fazer com que o carvoeiro das montanhas do Leste da Galiza voltasse ao imaginário popular e às ruas do país. O sucesso da experiência motivou que este ano sejam mais os centros sociais a trabalharem polo mesmo objectivo.

A própria Gentalha segue a contribuir, e nas actividades que decorrêrom no centro social compostelano o amigo das crianças estivo sempre presente de diferentes jeitos, como no obradoiro de brinquedos de madeira ou mais recentemente na noite de ontem, num leilom entre cujos materiais havia umhas pantufas do Apalpador.

Num outro leilom, o do ourensano Centro Social A Esmorga, também haverá material sobre este personagem, em concreto um quadro com desennho do Leandro Lamas, autor das representações icónicas modernas do Apalpador que podemos ver em diferentes lugares físicos e portais da internet (como o próprio PGL). Leiloará-se esta tarde às 20 horas. E no dia 29 o mítico carvoeiro estará com as crianças no próprio local esmorgano.

Na próxima semana, sexta-feira dia 26, a partir das 16h30, o gigante ruivo chegará à Revolta. No centro social viguês acompanhará-se de conta-contos, monicreques, merenda e presentes para as crianças.

O centro social limião Aguilhoar também se soma à iniciativa de recuperaçom desta figura tradicional, publicando informaçom a respeito no seu blogue e editando material como um cartaz explicativo, brochuras e crachás. Um esforço com o intuito de nos afastarmos um bocadinho da voragem consumista destas datas.

A Revira, em Ponte Vedra, é mais um exemplo de difusom do Apalpador na rede e nas actividades ordinárias e com idêntico lema: Este Natal abramos-lhe as portas ao Apalpador. Em Ponte Areias o CS Baiuca Vermelha também participa na recuperaçom da personagem, estando previsto que no dia 24 o Apalpador percorra as ruas cêntricas da vila do Condado.

Reediçom e calendário

Para contribuir ao melhor conhecimento sobre este ser, a Fundaçom Artábria publicou em formato de fácil leitura o estudo O Apalpador, personagem mítico do Natal galego a resgate, publicado no PGL em 2006. Neste trabalho, José André Lôpez Gonçález dá conta de diversos testemunhos e de amostras da literatura oral graças aos quais se logrou documentaçom suficiente para iniciar o labor de recuperaçom do Apalpador.

Por sugestom do Igor Lugris, de Artábria tivérom a iniciativa de editarem um calendário de 2009 com um desenho do Apalpador e que pode ser descarregado de graça do blogue de Artábria.

Ainda, no centro social ferrolano realizárom umha maquete e um quadro informativo sobre Apalpador. Foi o lindo resultado de umha tarde de trabalhos manuais de várias crianças (e algum maior). E no dia 30 de dezembro, o Apalpador sairá polas ruas do bairro de Esteiro.

Grupo na rede social Facebook

A intervençom e participaçom nas redes sociais também contribui de jeito notável para a divulgaçom deste personagem. Com o apoio da plataforma ridiculista Sei o que nos Figestes… foi criado um grupo no Facebook chamado O Apalpador quer ser o teu amigo. Três semanas após a sua criaçom, já conta com mais de 300 membros.
&nbsp

http://www.pglingua.org/index.php?option=com_content&view=article&id=498:grande-trabalho-dos-centros-sociais-para-recuperarem-o-apalpador&catid=9:canal-aberto&Itemid=75

http://www.agal-gz.org/blogues/index.php?blog=27

http://www.artabria.net&nbsp

http://agal-gz.org/blogues/index.php/aguilhoar/2008/12/11/o-apalpador-chega-a-limia-abramos-lhe-as&nbsp

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS