Duas galinhas para Cáncio (boicote a um professor antigalego)

Publicidad

Para glória do historial "delitivo" de Miguel Cancio, conhecido nos seus anos moços pola sua intervençom rebelde na universidade, hoje umha das suas aulas deveu ser suspendida pola acçom da militáncia de AGIR.

&nbsp Campanha por um ensino monolíngüe
&nbsp
Dentro da campanha nacional polo galego no ensino, e com o galho da celebraçom onte do Dia das Letras, estendemos os foguetes festivos e reivindicativos até esta tarde, ajudando a denunciar a situaçom de anormalidade e destruiçom que vive o galego na universidade mais grande do País em que é língua própria, malia políticas bem-intenconadas de Feijoos, Tourinhos, Quintanas e demais gado.
&nbsp
Interrupçom das aulas
&nbsp
Uns 9 estudantes interrompérom por volta das 18,30 de hoje na aula 23, onde Miguel Cancio, um dos principais instigadores da criminalizaçom e perseguiçom do estudantado após os acontecimentos quando a visita de San Gil o curso passado, ministrava aulas. Para surpresa do alunado, duas galinhas fôrom botadas ao chao, e depois subidas à mesa do professor-repressor, quem começou sorrindo os primeiros minutos, para depois tornar mais sério quando lhe foi comunicado que o boicote era "formal", e nom se ia interromper até dar por rematadas as aulas.
&nbsp
Cáncio abandonou a sala entre as risas do seu próprio alunado, que nom se cortou à hora de aplaudir consignas como "Chamam-lhe Cancio porque é um ‘ráncio’", "Na Galiza, ensino em galego" ou "Se ensinas na Galiza, ensina em galego".
&nbsp
Para verdes um exemplo do importante labor difussor de ideias e valores académicos, docentes e culturais deste elemento, podedes clicar cá e ver umha das suas fantásticas apariçons mediáticas (como nom, na tv de El Correo), com as quais honra a universidade que lamentavelmente o acolhe e lhe paga com o dinheiro de todas e todos.
&nbsp
Agradecemos o estudantado de 1º de Económicas a boa acolhida que nos deu, animando o acto com aplausos e denunciando a seguir do mesmo a situaçom de exinçom absoluta que padece nessa faculdade (como noutras) a nossa língua, além de pedir-nos que volvêssemos, pois como Cancio, nesse centro há mais de um/ha.
&nbsp
POR UMHA ESCOLA EM GALEGO!
ORGANIZA-TE E LUITA!

También podría gustarte

Los comentarios están cerrados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More