Construção Civil – 59 mil desempregados em 2009

Segundo Ricardo Pedrosa Gomes, presidente da Federação, a solução para o desemprego no sector passa pelo investimento, não nas grandes obras públicas programadas pelo governo como a construção do TGV e do aeroporto, mas em áreas ligadas à recuperação de edifícios, alargamento do parque escolar e outras, o que teria um efeito mais rápido na geração de emprego.

Por outro lado, a recuperação de edifícios devolutos, que se encontram a apodrecer há décadas nas zonas históricas de Lisboa e Porto (para além da criação de emprego de longa duração) resolveria a falta de habitação, combateria a especulação imobiliária, traria pessoas para os centros e zonas históricas das grandes cidades, combatendo a sua terciarização, desertificação e a falta de segurança.

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS