Brasil:Anistia o Latifundio!

Neste momento, o governo do PT vem colocando em prática um plano de austeridade para atacar a população e, por meio do confisco de parte da renda da população, salvar o lucro dos capitalistas. Entre as medidas de austeridade estão as privatizações, a política de arrocho salarial e o corte de mais de R$55 bilhões no orçamento federal para o ano de 2012.

Segundo Dilma Rousseff a política de arrocho fiscal é uma medida para resguardar a economia brasileira da crise. O governo, no entanto, não tem adotado a mesma rigidez fiscal contra um dos setores mais parasitários da burguesia: os latifundiários.

O acordo que deve ser concretizado na próxima semana entre o governo do PT e os latifundiários para a aprovação do novo Código Florestal deve ter como consequência a anistia de 75% das multas com valor acima de R$1 milhão. Todas elas estão relacionadas com o desmatamento ilegal.

Uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo tive acesso a uma lista sigilosa e ficou revelado que 103 das 150 maiores multas ambientais serão anistiadas caso o novo Código Florestal seja aprovado. Além disso, outro levantamento indica que o governo deixaria de arrecadar R$8,4 bilhões se não for cobrada multas de crimes ambientais a 22 de julho de 2008, conforme o texto do projeto que atualmente tramita na Câmara dos Deputados.

Neste sentido, o perdão à dívida dos latifundiários é, acima de tudo, uma forma que o governo tem de transferir parte do orçamento público para este setor da burguesia. Seria uma espécie de financiamento indireto e que poderia ser comprado a incentivos fiscais dados a empresas.

Ou seja, enquanto as verbas de setores fundamentais para o desenvolvimento do País são cortadas, o governo do PT irá fazer uma doação bilionária para um dos principais responsáveis pelo atraso nacional e, consequentemente, pela miséria de milhões de brasileiros.

 

 

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS