Brasil. O sofrimento de Lula [Vídeo]

Publicidad

 

Lula deixa cemitério após velório do neto

O ex-presidente Lula deixou o Cemitério da Colina, em São Bernardo do Campo, por volta das 13h deste sábado 2, após participar do velório do neto Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, que morreu nesta sexta-feira 1 vítima de meningite meningocócica. Lula chegou no local por volta de 11h, cercado por um aparato policial gigantesco, que incluía homens de fuzil.

A militância, que prestava solidariedade a Lula no local, gritava «Lula Livre» a todo momento. Confira aqui vídeos da chegada.

A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, autorizou Lula a ficar apenas 1h30 no velório. Por conta da determinação, Lula precisou esperar algumas horas antes de se dirigir ao cemitério.

O ex-presidente deixou a sede da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde 7 de abril, por volta de 7h em um helicóptero. Foi levado ao aeroporto do Bacacheri, onde embarcou em um avião do governo do Paraná para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, onde chegou cerca de 8h30.

O velório começou às 22 horas desta sexta e a cremação ocorreu às 12 horas deste sábado. O cemitério é o mesmo onde foi cremada a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que faleceu em fevereiro de 2017.

Para a advogada Tainã Góis, da Rede Feminista de Juristas, não existe previsão legal para que o ex-presidente ficasse apenas uma hora e meia no velório, o que fez com que Lula tivesse que ficar «preso no aeroporto». «Nosso Judiciário perdeu a noção dos direitos humanos há algum tempo», criticou.

+++++++

A foto de Lula que revela a destruição do Brasil

Lula foi condenado e preso sem provas apenas para ser impedido de disputar uma eleição que venceria no primeiro turno. Ele é alvo desta prisão política deste o dia 7 de abril de 2018.

Neste sábado 2, o ex-presidente foi até o Cemitério da Colina, em São Bernardo do Campo, onde se despediu do neto Arthur Araújo Lula da Silva, que faleceu aos sete anos, e esta imagem ficará marcada como símbolo de um Brasil que envergonha a civilização.

A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, autorizou Lula a ficar apenas 1h30 no velório. Por conta da determinação, Lula precisou esperar algumas horas antes de se dirigir ao cemitério.

O ex-presidente deixou a sede da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde 7 de abril, por volta de 7h em um helicóptero. Foi levado ao aeroporto do Bacacheri, onde embarcou em um avião do governo do Paraná para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, onde chegou cerca de 8h30.

Palavras de Lula

«O Arthur foi um menino que sofreu muito bullying na escola, porque era neto do Lula. Por isso, eu tenho um compromisso com você, Arthur, eu vou provar a minha inocência e quando eu for para o céu, eu vou levando o meu diploma de inocente», disse Lula.

«Vou provar quem é ladrão neste País e quem não é. Quem me condenou não pode olhar nos olhos dos netos como eu olhava para você», disse ainda, conforme registro do jornalista Ricardo Galhardo.

Ainda de acordo com a reportagem, ao deixar o cemitério, Lula ouviu uma espécie de bronca de um dos agentes que o escoltava quando subiu no carro da Polícia Federal e acenou para seus apoiadores. Na hora que ele desceu, o delegado da PF disse: «O senhor sabe que não devia ter feito isso.» «O senhor sabe que eu devia», respondeu Lula.

Fotoarte do Latuff e Ricardo Stuckert mostra o ex-presidente Lula, cercado por homens fortemente armados, como se fosse um indivíduo de alta periculosidade.

Em tempo: Atenção para o milico com símbolo da polícia dos EUA em seu uniforme. «Miami Police – S.W.A.T.»

 

 

Vídeo: Lula se despede do povo brasileiro após o enterro do neto

También podría gustarte

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More