Brasil. O Cabo Eleitoral do Bolsonaro (Vídeo)

Publicidad

 

Em seu comentário semanal, o diretor de redação Mino Carta apresenta a capa da edição mais recente da revista CartaCapital e fala sobre a indicação do juiz Sérgio Moro ao (super) Ministério da Justiça do governo Bolsonaro.

A confirmação veio após conversa entre os dois no dia 1 de novembro de 2018, no Rio de Janeiro. «Me parece o justo prêmio para quem se esforçou tanto para nos trazer até esta situação, que começou esse processo que glorifica a pátria brasileira», pontuou, lembrando em seguida a fala do vice-presidente eleito, General Hamilton Mourão.

«Conforme revelações obradas por Mourão, Moro soube do convite antes que se desse a eleição. Na perspectiva do prêmio, ele já interferiu no pleito e cuidou de reforçar a candidatura do ex-capitão. Acho que isso é muito notável e dentro de padrões que, para mim, são totalmente brasileiros. Isso é Brasil, na sua acepção mais digna.»

 «Este senhor (Moro) diz que vem ser o defensor do Estado de Direito. Isso em um país em que a Constituição jaz no fundo do lixo! Em um país onde um golpe se segue a outro, golpes dentro do golpe inicial de 2016. Essa é a realidade dos fatos. Alguém se incomoda com isso?», questiona.

PS do colaborador:

Fotoarte: «Cabo e Capitão»

Vídeo:  «Na perspectiva de ser ministro, Moro cuidou de reforçar a candidatura de Bolsonaro»

 

También podría gustarte

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More