Publicado en: 28 diciembre, 2015

Brasil: Moro, você não afundou o Maricá!

Por Conversa Afiada

Navio-plataforma (FPSO) Cidade de Maricá chega ao pré-sal na Bacia de Santos. Prende ele, Moro!. Nota da Petrobras

Navio-plataforma (FPSO) Cidade de Maricá chega ao pré-sal na Bacia de Santos

O polo pré-sal da Bacia de Santos recebeu mais um navio-plataforma. O FPSO Cidade de Maricá deixou, no dia 19 de dezembro, o estaleiro Brasa, em Niterói (RJ) e chegou à locação no campo de Lula (área de Lula Alto), nesta sexta-feira, dia 25 de dezembro.

O Cidade de Maricá será o quinto FPSO a produzir no campo de Lula. Com capacidade de produzir até 150 mil barris de óleo por dia (bpd) e comprimir até 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, a previsão é que a plataforma entre em produção no primeiro trimestre de 2016. Apenas considerando os quatro FPSOs já em operação, o campo de Lula já é o maior produtor nacional de petróleo e de gás natural.

Instalado a 250 km do litoral do Rio de Janeiro, em área com profundidade de água aproximada de 2.120 metros, o Cidade de Maricá terá agora as suas linhas de ancoragem instaladas e, depois disto, será conectado a dez poços produtores e sete poços injetores. O gás natural será exportado para a costa por meio de um gasoduto submarino. A unidade tem, ainda, capacidade de armazenamento de 1,6 milhão de barris de óleo e de injeção de 200 mil barris de água por dia.

O navio-plataforma estava desde julho deste ano no estaleiro Brasa para conclusão das operações de içamento e integração final de módulos e comissionamento. Além da obra de integração, o estaleiro também foi responsável pela fabricação de seis módulos do FPSO (Floating Production Storage and Offloading), sigla em inglês que identifica uma unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo.

Trata-se de um navio-plataforma com capacidade para separar o óleo do gás e da água durante o processo de produção, armazená-lo nos tanques de carga para, finalmente, transferi-lo para navios petroleiros, que serão os responsáveis pelo seu transporte.

No último mês de novembro, a produção de petróleo e gás natural operada pela Petrobras na camada pré-sal atingiu a média diária de 1,023 milhão barris de óleo equivalente por dia (boed), um crescimento de 1,8% em relação ao mês de outubro deste ano.

A área de Lula está localizada no bloco BM-S-11, que é desenvolvido pelo consórcio na qual a Petrobras é operadora com participação de 65%. As outras parceiras são a BG E&P Brasil Ltda (25%) e Petrogal Brasil SA (10%).

 

Dados técnicos do FPSO Cidade de Maricá:

· Capacidade de processamento de petróleo: 150 mil barris/dia
· Capacidade de tratamento e compressão de gás: 6 milhões m³/dia
· Capacidade de tratamento de água de injeção: 200 mil barris/dia
· Capacidade de armazenamento: 1,6 milhão de barris de óleo
· Profundidade de água: 2.120 metros
· Comprimento Total: 346,5 metros
· Boca: 58 metros
· Pontal (altura): 32,6 metros

 

Foto:FPSO Cidade de Maricá

 

-->
COLABORA CON KAOS