Publicado en: 1 diciembre, 2018

Brasil. Governo de ocupação: 9º Militar Ministro!

Por Conversa Afiada

O presidente eleito Jair Bolsonaro escreveu em sua conta no Twitter que o novo ministro de Minas e Energia será o almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior.

 

Almirante é o Ministro das Minas e Energia!  Vai indultar o Alte. Othon?

O Conversa Afiada reproduz do Globo Overseas (empresa que tem sede na Holanda para lavar dinheiro e subornar agentes da FIFA com objetivo de ter a exclusividade para transmitir os jogos da seleção):

Bolsonaro anuncia novo ministro de Minas e Energia: almirante Bento Costa Lima Leite

O presidente eleito Jair Bolsonaro escreveu em sua conta no Twitter que o novo ministro de Minas e Energia será o almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior.

“Bom dia! Comunico a indicação do Diretor Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, para o cargo de Ministro de Minas e Energia”, escreveu Bolsonaro na manhã desta sexta-feira.

Bento será o sexto militar a ocupar um ministério. Com ele, Bolsonaro já anunciou 19 nomes que ocuparão o primeiro escalão do governo, incluindo o Banco Central, a partir do ano que vem. A pasta de Minas e Energia era uma das últimas que faltavam ser definidas. Ainda não se sabe também quem vai comandar o Ministério do Meio Ambiente.

O futuro ministro de Minas e Energia é um defensor da tecnologia nuclear desenvolvida no Brasil como estratégica para fortalecer a soberania do país. Em entrevista à penúltima edição da revista “Brasil Nuclear”, em outubro de 2017, Bento afirmou que o submarino com propulsão nuclear será importante para “proteger a Amazônia Azul”, termo criado pela Marinha brasileira para se referir o mar territorial brasileiro, por suas riquezas naturais.

Carioca, Bento tem 60 anos e iniciou sua carreira na Marinha em 1973. Ele tem pós-graduação em Ciências Políticas pela Universidade Nacional de Brasília, MBA em gestão internacional pela Coppead/UFRJ e MBA em Gestão Pública pela Fundação Getulio Vargas, além de ter cursado o curso de Altos Estudos de Política e Estratégia da Escola Superior de Guerra.

Foi assessor parlamentar para defender os interesses da Marinha no Congresso Nacional e diretor-geral da Secretaria da Junta Interamericana de Defesa em Washington (EUA). Atuou ainda como observador militar das Forças de Paz da ONU no setor de Sarajevo, Bósnia e Herzegovina e no setor Dubrovnik, na ex-Iugoslávia.

O almirante é membro do Conselho de Administração da Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep), controlada pela Comissão Nacional de Energia Nuclear e vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Sediada em Itaguaí (RJ), a Nuclep fabrica máquinas e equipamentos sob encomenda, atuando preferencialmente na área de caldeiraria pesada.

Outros militares

Entre os outros cinco militares já indicados por Bolsonaro para o primeiro escalão estão o general da reserva do Exército Augusto Heleno, que assumirá o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e o ex-chefe do Estado Maior do Exército, general Fernando Azevedo e Silva, escolhido para assumir a pasta da Defesa.

O general da reserva, Carlos Alberto dos Santos Cruz, que tem experiência em situações de violência e conflitos urbanos, vai trabalhar no Palácio do Planalto para comandar a Secretaria de Governo de Bolsonaro. Tarcísio de Freitas, que serviu ao Exército por 16 anos e foi diretor executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no governo de Dilma Rousseff, será o futuro ministro da Infraestrutura. E o astronauta Marcos Pontes, primeiro brasileiro a chegar ao espaço, que é oficial da reserva da Força Aérea, assumirá a pasta da Ciência e Tecnologia.

Twitter do Jair Bolsonaro:

Bom dia! Comunico a indicação do Diretor Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, para o cargo de Ministro de Minas e Energia. pic.twitter.com/Dk0fAZg8Sq

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) November 30, 2018

*********

Em tempo: sobre o Alte Othon, que o juiz (auxílio-moradia duplo) Bretas condenou a mais tempo de cadeia do que mereceu o Pimenta das Neves, leia aqui no Conversa Afiada e na Carta Capital

Fotoarte: “BentoMinistro”

.

https://www.conversaafiada.com.br/politica/almirante-e-o-ministro-das-minas-energia

 

COLABORA CON KAOS