Brasil. Frases não bastam General Nunes!

Publicidad

 

Informações declaradas pelo secretário de Segurança Pública do Rio, general Richard Nunes, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo.

«Ela estava lidando em determinada área do Rio controlada por milicianos, onde interesses econômicos de toda ordem são colocados em jogo. No momento em que determinada liderança política, membro do legislativo, começa a questionar as relações que se estabelecem naquela comunidade, afeta os interesses daqueles grupos criminosos».

«Uma conscientização daquelas pessoas sobre a posse da terra. Isso causou instabilidade e é por aí que nós estamos caminhando. Mais do que isso eu não posso dizer».

Secretário de Segurança, general Richard Nunes

******

Frases não bastam General Nunes!

Marcelo Freixo colocou em dúvida as declarações feitas pelo secretário de Segurança do Rio de Janeiro, general Richard Nunes.

247

 O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) colocou em dúvida as declarações feitas pelo secretário de Segurança do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, que afirmou que a vereadora Marielle Franco teria sido assassinada por contrariar o interesse de milícias em questões referentes ao loteamento de terras no Rio de Janeiro. Para Freixo, mais do que palavras, Nunes deveria apresentar provas.

«Pode ser milícia? Pode. Alguma questão fundiária? Pode. Mas não acredito que apenas esse debate tenha colocado a vida dela em risco. A investigação só avança quando provas são apresentadas. Frases não bastam», disse Freixo. O parlamentar, de cuja equipe Marielle fez parte por mais de dez anos, também disse desconhecer que a vereadora tenha feito alguma ação de peso na área fundiária.

«Marielle não era inexperiente, me viu ser ameaçado por diversas vezes e sabia bem até onde podia ir. O máximo de envolvimento que soube da relação dela com a questão fundiária foi um trabalho realizado pela sua assessoria na região das Vargens, na zona oeste. Nunca soube da presença dela em reuniões e não me parecia algo que a colocasse em risco»,

 Afirmou Freixo durante entrevista sobre um plano interceptado pela Secretaria de Segurança, no qual foi identificada uma tentativa para assassiná-lo durante um evento neste sábado.

Fotoarte “ Provas?”

 

 

 

 

También podría gustarte

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More