Brasil. [ESPECIAL ENVENENADOS Vl – Áudio]

 

Crianças, adolescentes e professores de um assentamento em Goiás ainda sofrem com os efeitos da pulverização aérea de agrotóxicos que atingiu a escola há 4 anos.

 O professor Hugo Alves dos Santos (foto), foi ameaçado de morte por reivindicar atendimento adequado aos alunos atingidos pela chuva de veneno. «As crianças estão abandonadas, não têm atendimento médico», denuncia o professor.

 Repórter Marilu Cabañas.

Áudio:

 

 .

http://contraosagrotoxicos.org/criancas-atingidas-por-chuva-de-agrotoxicos-estao-abandonadas-denuncia-professor/

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS