Publicado en: 2 diciembre, 2018

Brasil. “É como matar um inocente”

Por Conversa Afiada

“É como matar um inocente” – Lurian, filha de Lula, conta por que o pai se entregou ao Moro.

Lula está na cadeia por culpa de José Eduardo Cardozo

Em comovente e reveladora entrevista a Fred Melo Paiva, da Carta Capital, de título “É como matar um inocente”, Lurian Cordeiro Lula da Silva reconstitui os momentos que antecederam a ida de Lula para a prisão em Curitiba, num almoço só da família, no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo:

– … depois, entre a gente, na despedida final. Foi a única hora que a gente chorou. No fundo, achamos que ia ser tudo muito rápido, nós e ele tínhamos esperança na votação das ADCs (Ações Declaratórias de Constitucionalidade no Supremo) naquela semana. Estava na pauta. Quando não aconteceu, foi um balde de gelo nas nossas cabeças.

 

Navalha

Naquela manhã, o ansioso blogueiro conversou por telefone com Mino Carta, que estava lá, desde cedo, no Sindicato.

Mino parecia confiante – uma coisa muito importante vai acontecer aqui, disse o Mino.

Mais tarde, Mino me disse que tinha a informação de que Lula decidira resistir à prisão.

Como?

Mino não sabia.

O Senador Lindbergh também contou ao ansioso blogueiro que Lula teve uma reunião fechada, antes do almoço, com dirigentes do PT e todos defenderam – inclusive Gleisi Hofmann, presidente do partido – que Lula não podia se entregar ao Moro.

Lindbergh tinha a impressão de Lula estava convencido de que precisava resistir.

Até que se deu a tragédia.

Mino viu que o zé da Justiça, na companhia do versátil Sigmaringa Seixas chegou e foi direto à área reservada ao Lula.

A partir daí Lula decidiu se entregar!

O zé da Justiça, portanto, foi quem convenceu Lula de que a vitória no Supremo era iminente!

E que o encarceramento seria breve!

Como se sabe, zé foi o advogado da presidenta Dilma no processo do impeachment e não ganhou uma única, mísera causa!

PHA

PS do colaborador:

Fotoarte: “Zé Banana”

 .

https://www.conversaafiada.com.br/politica/lula-esta-na-cadeia-por-culpa-de-jose-eduardo-cardozo

 

COLABORA CON KAOS