Brasil. “Chegou o general da Banda 2018 ” [Vídeo]

Publicidad

 

O general da banda chegou 68 anos depois

Quatro anos depois do fim do Estado Novo, a marchinha mais cantada no carnaval de 1950 foi uma composição de apenas duas estrofes assinada por três autores – Satyro de Melo, Tancredo da Silva Pinto e José Alcides – chamada «General da Banda». Inspirada num ponto de macumba, estourou na voz do simpático e malemolente Blecaute.

O sucesso foi tão grande que ele nunca mais deixou de cantar a marchinha e passou a usar uma farda militar – mais para almirante que para general – cheia de alamares e dragonas e um quepe elegante em seus shows e na TV.

O curioso é que a letra repete várias vezes a palavra Mourão, como que prevendo que ele seria o general da banda em 2018:

Chegou o general da banda, ê ê
Chegou o general da banda, ê á
Chegou o general da banda, ê ê
Chegou o general da banda, ê á

Mourão, mourão
Vara madura que não cai
Mourão, mourão, mourão
Catuca por baixo que ele vai

Mourão, mourão
Vara madura que não cai
Mourão, mourão, mourão
Catuca pro baixo que ele vai

* Alex Solnik é jornalista. Já atuou em publicações como Jornal da Tarde, Istoé, Senhor, Careta, Interview e Manchete. É autor de treze livros, dentre os quais «Porque não deu certo», «O Cofre do Adhemar», «A guerra do apagão» e «O domador de sonhos»

 

 

Vídeo: Blecaute – GENERAL DA BANDA

.

https://www.brasil247.com/pt/blog/alex_solnik/374151/O-general-da-banda-chegou-68-anos-depois.htm

También podría gustarte

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More