Brasil. Apelidos dos golpistas corruptos na corruptora Odebrecht

Publicidad

 

 

 

Odebrecht deu o drible da vaca no Moro.Agora vem ao caso, Traíra!

 Conversa Afiada

Vingança da Odebrecht? Sim. Quando Moro prendeu há mais de ano o Marcelo Odebrecht e o interrogou, Moro queria saber apenas de Lula e do PT. Seletivo e parcial, recebeu o troco que mostra a podridão na política brasileira que, em muitos casos, a mídia conservadora e partidarizada blinda para inocentar o MPF Dallagnólico, a PF aecista e a Justiça que a Univesidade de Heidelberg recepcionou com entusiasmo.

 Como a Odebrecht costurou este acordo a partir dos EUA e da Suíça, não foi possível o Janot e o Moro brecá-lo.  Acabou o Governo Temer.

Eleições diretas já independente do que estabelece a Constituição  (direta se renunciar ainda em 2016 ou indireta a partir de janeiro). com a podridão que exala o Congresso canalha, a eleição indireta é inadmissível.

Assinado: Petista de Maringá

 

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/odebrecht-deu-o-drible-da-vaca-no-moro

 


Os apelidos da Odebrecht

São os vulgos pelos quais os propineiros eram chamados, em código, pelos propinadores.Faltam «O Mais Chato» e o «Padim Pade Cerra»

Conversa Afiada

A denúncia do Claudio Melo Filho da Odebrecht tem a sua graça.

Merecem destaque:

– Padilha, Primo

– Renan, Justiça

-Aécio,Mineirinho (saiba mais aqui)

– Moreira Franco, Angorá (esse Brizola…)

– ​Jucá, Caju (esse é infame…)

– Rodrigo Maia, Botafogo

– Eunicio Oliveira, Índio

– Geddel, Babel

– Eduardo Cunha, Caranguejo

– Delcídio Amaral, Ferrari

– Francisco Dornelles, Velhinho

– Heráclito Fortes, Boca Mole (esse é tão perfeito que qualquer um identificaria, até o Moro…)

– José Carlos Aleluia, Missa.

A Odebrecht também já chamou o Alckmin de «Santo».

Faltou o apelido do Serra, o dos R$ 23 milhões na Suíça.

Aqui, ele é conhecido como o Místico da Móoca, o Padim Pade Cerra.

E, para o Nassif, ele já está decrépito – o que, convenhamos, pode ser um trimbique para invocar a imputabilidade…

Essa lista não apelida o mais chato, aquele flagrado numa bolina cívica com o Imparcial de Curitiba, consagrado na universidade alemã de Heidelberg.

Enfim, segundo o relato pormenorizado do Claudio Leite Filho, o Traíra atende pela alcunha de José Yunes…

PH

http://www.conversaafiada.com.br/politica/os-apelidos-da-odebrecht

 

 

PS do colaborador:

Fotoarte: “Canalhas”

También podría gustarte

Los comentarios están cerrados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More