Brasil-Antifascismo. Vladimir Herzog, presente!

Assassinato de Vladimir Herzog completa 45 anos

 

O assassinato do jornalista Vladimir Herzog, em 25 de outubro de 1975, completou 45 anos neste domingo (25). Foi encontrado morto, pendurado pelo pescoço no Doi-Codi (Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna), em São Paulo.

Herzog, nascido na antiga Iugoslávia em 27 de junho de 1937, era filho de refugiados judeus, que fugiram da ameaça nazista na Europa nos anos 40. Nos anos 70, foi diretor da Tv Cultura e professor de jornalismo na Universidade de São Paulo (USP).

Membro do Partido Comunista Brasileiro, Herzog era visto como uma ameaça ao regime militar, o que levou o Doi-Codi a intimá-lo para uma visita. Um dia depois, foi encontrado morto.

O regime militar defendeu que sua morte foi por suicídio.

No entanto, laudos comprovaram que é impossível que Herzog se enforcou, devido à posição de seu corpo, que foi encontrado com os joelhos dobrados. Além disso, marcas típicas de um estrangulamento foram encontradas no seu pescoço.

PS do colaborador:

Fotoarte: “Wlado”

.

https://www.brasil247.com/geral/assassinato-de-vladimir-herzog-completa-45-anos

NOTICIAS ANTICAPITALISTAS