Brasil. Análise política semanal de Rui Costa Pimenta [Vídeo]

Publicidad

 

Haddad deu boa sorte para a barbárie

Os erros cometidos pela esquerda ao subestimar a força do golpe de Estado e o futuro que o Brasil enfrentará nas mãos da direita ultra-liberal e militarizada.

Estes foram os principais aspectos apontados pelo presidente do Partido da Causa Operaria (PCO), Rui Costa Pimenta, em sua análise política semanal.

Defensor de que a candidatura de Lula deveria prosseguir até o último momento, considerando um «erro» a troca pelo nome de Fernando Haddad, Pimenta ressalta que, ao cumprimentar Bolsonaro pela vitória, o candidato do PT «deu boa sorte para a barbárie».

Na avaliação de Pimenta, ocorreram erros. «A esquerda não se mobilizou para impedir a condenação ou a prisão de Lula, muito menos na defesa de sua candidatura. Além disso, O PT alimentou a ilusão de que qualquer pessoas que o substituísse no pleito eleitoral sairia vitorioso», relembra.

Pimenta critica a postura de Fernando Haddad, dizendo que ele compõe a ala direitista do PT. Para ele, o candidato do PT não deveria ter cumprimentado Bolsonaro pela vitória. «Haddad deu boa sorte para barbárie», lamenta.

Logo após eleito, Bolsonaro declarou à imprensa que pretende enquadrar o Movimento Sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores em Teto (MTST) como organizações criminosas.

O dirigente do PCO aponta que diversos líderes sem terra já são assassinados, afirmando que «a vitória de Bolsonaro será uma carta branca para os latifundiários matarem».

«Não podemos esquecer que candidatos do PSL foram eleitos governadores em Santa Catarina, Roraima e Roraima e terão total controle da Polícia Militar nos Estados», alerta.

 

Vídeo: O Brasil sob Bolsonaro. Análise política com Rui Costa Pimenta.

(30.10.18)

.

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/373751

También podría gustarte

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More