Brasil. A pergunta de Guilherme Boulos: Estamos em abril de 2018 ou 1964?

Publicidad

 

 «Absurdo! General da Reserva defende novo golpe militar se Lula for candidato. Estamos em abril de 2018 ou 1964?», questionou Boulos no Twitte.

Pré-candidato do PSOL à presidência, Guilherme Boulos reagiu com indignação à declaração do general do Exército da reserva Luiz Gonzaga Schroeder Lessa, que afirmou que, se o Supremo mudar o posicionamento contra a prisão após condenação em segunda instância, «aí eu não tenho dúvida de que só resta o recurso à reação armada.

******

Crime conspiração contra a nação

Previsto no Código Penal Militar, artigo 152, o General Luiz Gonzaga Lessa que  defende uma «reação armada» por parte das Forças Armadas se enquadra em  crime conspiração contra a nação. Prisão Preventiva no milico.

«Não se admite numa democracia que um general emparelhe a suprema corte»

 Bahia 247

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) cobrou de Michel Temer, do ministro da Defesa, general Luna, e do procurador-geral da Justiça Militar, Jaime de Cassio Miranda, a prisão preventiva do general Luiz Gonzaga Lessa, por crime conspiração contra a nação, previsto no Código Penal Militar, artigo 152.

Ao Estadão, o militar defendeu uma “reação armada” por parte das Forças Armadas “se acontecer tanta rasteira e mudança da lei”, disse, se referindo ao julgamento do Habeas Corpus do presidente Lula no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (3). A entrevista do milita

De acordo com o parlamentar, «o Supremo deveria julgar somente olhando a constituição, mas vai julgar com a faca no pescoço. É muito grave. Estamos vivendo uma ameaça pública de golpe militar.

 O general Luiz Gonzaga Lessa cometeu um crime de conspiração. Quando uma suprema corte é ameaçada de golpe militar se tomar uma decisão de respeito á constituição, isso em lugar nenhum do mundo pode ser chamado de democracia»

«Quero cobrar que o general seja preso imediatamente por crime de conspiração contra a nação brasileira. Não se admite numa democracia que um general emparelhe a suprema corte. A decisão do supremo só pode ser influenciada pelo que está escrito na constituição», acrescentou.

 

 Fotoarte: «1964»

.

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/349733/Boulos-estamos-em-abril-de-2018-ou-1964.htm

También podría gustarte

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More