«A Casa dos Budas Ditosos», romance pornográfico?!

Publicidad

Primeiro foi a edição do Dom Quixote, há dez anos atrás, e agora volta a acontecer tudo com a reedição das Edições Nelson de Matos. O senhor Nelson de Matos, que era editor do Dom Quixote na altura em que a primeira edição do livro foi publicada, diz que em 20 anos de carreira como editor, nunca teve um episódio como este, acontecido há dez anos e agora repetido. E diz mais: “Isto é uma vergonha para nós, portugueses, e uma deselegância das relações culturais entre Portugal e o Brasil. Um júri de conceituados intelectuais portugueses e brasileiros deu ao autor o Prémio Camões 2008 concedido a autores da língua portuguesa. Pelos vistos, basta uma cadeia de supermercados para nos lembrar da pequenez intelectual dos que decidem o que devemos ou não conhecer.”

Um regresso à censura salazarista?um ataque à liberdade de expressão ou um ataque de hipocrisia da burguesia?

Vejam só, João Ubaldo Ribeiro,67 foi convidado a escrever um romance sobre a Luxúria, para a coleção Plenos Pecados.

Existe todo um mistério ao ler «A Casa dos Budas Ditosos» .Ubaldo alega, não ser ficção, mas sim uma historia verídica.Conta que um misterioso pacote foi deixado em sua portaria, eram os originais de A Casa dos Budas Ditosos, o­nde uma personagem fascinante e excepcional em todos os sentidos, uma tal de CLB, mulher de 68 anos, nascida na Bahia e residente no Rio de Janeiro, que jamais se furtou a viver – com todo o prazer e sem respingos de culpa – as infinitas possibilidades do sexo. É uma narrativa pouco comum, às vezes chocante, irônica e sempre provocadora, envolvendo um dos pecados mais indomáveis e capitais:

A luxúria.


Seriam as memórias desta senhora devassa e libertina um relato verídico? Ou seria apenas uma brincadeira do autor?

Nunca saberemos. O importante é que ninguém conseguirá ficar indiferente à franqueza rara deste relato e a seu humor corrosivo.
Com a maestria que o consagrou como um dos mais importantes escritores brasileiros contemporâneos, Ubaldo nos brinda com esse depoimento socio-histórico-lítero-pornô.

E, para terminar essa conversa afiada como diria Paulo Henrique Amorim, na livraria próxima você encontrará o «A Casa dos Budas Ditosos». Compre, Leia e Goze!



&nbsp

&nbsp

&nbsp

&nbsp



&nbsp

&nbsp

También podría gustarte

Los comentarios están cerrados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More